Mergulhando nas Promessas de DEUS

Na Bíblia encontramos, aproximadamente, oito mil promessas para nós, significando que podemos nos apropriar de quase vinte duas delas por dia, durante um ano inteiro.

DEUS tem promessas para a vida daquele que O serve e segue Sua palavra. Além de ter grande prazer em nos abençoar com provisão material e espiritual, quando DEUS promete, Ele cumpre! Contudo, às vezes há uma dificuldade em se viver o cumprimento dessas promessas ou nem sempre elas chegam até nós.

DEUS criou as leis espirituais.

O universo criado por DEUS é regido por leis e normas. As leis criadas por DEUS visam a regular a vida, assim como ocorre numa empresa, onde os funcionários devem obedecer às normas previamente estabelecidas; assim como as leis da física devem ser respeitadas: não se pode sair do 20º andar de um prédio pela janela, em função da lei da gravidade; assim como não se deve quebrar uma lei penal, para não sofrer as consequências de atos criminosos.

Não temos somente leis físicas e sociais no universo, temos, também, as leis espirituais, as quais têm o mesmo critério de obediência, recompensa e punição: se uma pessoa praticar a necromancia, isto é, adivinhação através de consulta aos mortos, não sofrerá punição pelas leis físicas ou sociais, porém, estará ferindo uma lei espiritual criada por DEUS, conforme diz em Deuteronômio 18:10-12. Dessa forma, então, ela sofrerá a consequência espiritual desse pecado.

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei: porque o pecado é a transgressão da lei.” (1 João 3:4)

O objetivo desse estudo é focado nas leis e princípios espirituais, os quais regem diretamente o mundo espiritual e indiretamente o natural. O curso e os acontecimentos no plano natural ou físico são influenciados e determinados pelo espiritual, uma vez que aquele é um espelho deste. Primeiro os acontecimentos ocorrem no plano espiritual, para depois ocorrerem no plano físico.

Toda lei espiritual foi criada por DEUS, para que o mundo e as nossas vidas fluíssem da melhor forma possível. Portanto, nós podemos concluir que, se respeitarmos e honrarmos as leis e princípios espirituais, de forma a não feri-los, nossa alma será e permanecerá restaurada e a nossa vida fluirá de uma forma perfeita dentro dos propósitos de DEUS.

“A lei do SENHOR é perfeita e restaura a alma.” (Salmo 19:7)

A limitação de satanás.

Satanás é um ser espiritual, conhece os princípios criados por DEUS e sua força depende completamente de tais princípios. Dessa forma, ele apodera-se de cada quebra de lei espiritual causada pelo homem, toma os princípios, perverte-os e usa-os a favor de seus propósitos e intenções.

Os princípios espirituais trabalham a favor de qualquer um que os use, por isso, nós cristãos, precisamos conhecer as leis espirituais para usá-las em nosso favor, pois uma vez utilizados de forma correta, satanás não consegue ter vantagem sobre nós; porém, à medida que desconhecemos os princípios espirituais ou os utilizamos incorretamente, satanás usará essas mesmas leis espirituais para alcançar vantagem sobre nós. A intenção dele é nos afastar de DEUS, paralisar-nos e nos destruir; mas somente consegue isso se encontrar, de nossa parte, alguma transgressão dos princípios espirituais.

“Para que satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.” (2 Coríntios 2:11)

Não podemos desprezar ou ignorar as intenções de satanás, antes, devemos conhecer as suas artimanhas de destruição para não cairmos em suas armadilhas e o mantermos sob nossos pés, que é o seu devido lugar. Ele somente consegue êxito se tiver respaldado por quebra de leis e princípios espirituais e, onde houver uma quebra, ali ele estará agindo.

É importante atentarmos para a seguinte relação: se o homem despreza e quebra um princípio espiritual, esse mesmo princípio é usado contra ele; se o homem respeita e honra um princípio espiritual, este é usado em seu favor. Por exemplo, vamos analisar o seguinte provérbio:

“O temor do SENHOR é fonte de vida, para evitar os laços da morte.” (Provérbios 14:27)

A lei espiritual descrita nesse texto é “temer ao SENHOR” e, para que esse princípio espiritual seja usado em nosso favor, temos de cumpri-lo e, assim, como recompensa, receberemos vida. Se não temermos a DEUS e desonrarmos essa lei, esta será usada contra nós, fazendo com que laços de morte se aproximem. Cada lei, cada princípio espiritual deve ser guardado no mais íntimo do nosso coração, pois, somente agindo dessa maneira, é que desfrutaremos tudo, absolutamente tudo, o que DEUS tem para cada um de nós.

“Guarda os meus mandamentos, e vive; e a minha lei, como a menina dos teus olhos.” (Provérbios 7:2)

Quando algo estranho e externo aproxima-se de nosso olho, nossa reação automática é fechá-lo, a fim de protegê-lo. Em comparação a isso, DEUS instruiu-nos a guardar seus mandamentos e suas leis como se fosse a menina de nossos olhos. Tendo em vista que satanás e suas influências são corpos estranhos ao nosso, não podemos ter outra reação a não ser fechar a porta do nosso coração ao pecado e a tudo que fira os princípios e valores de DEUS. Dessa forma, tudo aquilo de que DEUS se agrada estará guardado, sendo zelado por nós e gerando vida ao nosso espírito, através do ESPÍRITO SANTO de DEUS.

O mundo espiritual é tão real quanto o mundo material e natural. Temos de começar a mover a nossa vida amparada pelas coisas espirituais. DEUS é espírito e não matéria (João 4:24). Quando agirmos assim, viveremos o Reino de DEUS aqui na Terra.

“Porque bem sabemos que a lei é espiritual.” (Romanos 7:14)

Satanás faz de tudo para impedir-nos de sermos abençoados por DEUS, mas somente consegue isso se houver, de nossa parte, uma quebra de lei espiritual, ou seja, uma legalidade espiritual, comumente conhecida como “brechas”, que nada mais são do que pecados originados através de quebras de leis e princípios espirituais. Assim, para impedirmos a ação contrária de satanás em nossas vidas, devemos conhecer mais a respeito do princípio espiritual das leis de causa e efeito.

“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge, procurando alguém para devorar.” (1 Pedro 5:8)

Precisamos estar constantemente atentos e vigilantes, porque existe alguém nos rondando, com o objetivo de encontrar uma brecha, um buraco no nosso muro de proteção. Se o nosso muro, porém, estiver selado e firme, satanás não poderá entrar e tocar nossa vida, pois não encontrará respaldo legal para isso.

Lutas Necessárias

 Há lutas que têm como propósito prover crescimento espiritual, aumento da fé, transformação de caráter, etc. e, para as quais, o cristão enfrenta o deserto. Nessas lutas, assim que o propósito de DEUS é cumprido, o cristão consegue ter o entendimento de que era o melhor para sua vida.

 Tiago 1:2-3 e 12

“Meus irmãos, tende por motivo de toda a alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança (…) Bem-aventurado o homem que suporta com perseverança a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o SENHOR prometeu aos que o amam.” (Tiago 1:2-3 e 12)

 Lutas desnecessárias.

Há lutas que têm como propósito prover crescimento espiritual, aumento da fé, transformação de caráter, etc. e, para as quais, o cristão enfrenta o deserto. Nessas lutas, assim que o propósito de DEUS é cumprido, o cristão consegue ter o entendimento de que era o melhor para sua vida.

“Meus irmãos, tende por motivo de toda a alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança (…) Bem-aventurado o homem que suporta com perseverança a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o SENHOR prometeu aos que o amam.” (Tiago 1:2-3 e 12)

Há ocasiões em que enfrentamos lutas que não precisaríamos enfrentar; isso ocorre porque no reino espiritual existiu uma barreira que impediu o cumprimento das promessas. Podemos até deixar de sermos abençoados por DEUS, não pelo fato da força das trevas superar o poder de DEUS, pois jamais satanás conseguirá derrotar JESUS, mas, porque nesse momento, DEUS executa justiça, revelando a legalidade espiritual dada a satanás, através da quebra de alguma lei espiritual por nós.

DEUS é gracioso e amoroso, mas também é justo em todas as suas decisões e, se essas lutas desnecessárias ocorrem, é porque em algum momento não compreendemos a lei espiritual de causa e efeito relacionada com as promessas de DEUS e a quebramos.

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” (Oséias 4:6)

O devorador quer tocar nas nossas finanças, e isso nada mais é do que uma lei espiritual. Porém, se não devolvemos o dízimo e ofertamos, automaticamente damos ao devorador a legalidade de nos atingir com prejuízo financeiro; isso também é uma lei espiritual. Porém, se mesmo entregando o dízimo e a oferta, estivermos enfrentando dificuldades financeiras, podemos ter a certeza absoluta de que nossas finanças não estão sendo tocadas pelo nosso inimigo, mas sim pelo próprio DEUS, com o objetivo de tratar, de alguma maneira, o nosso coração, o nosso caráter e a nossa fé. Lembre-se de que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Timóteo 6:10); se quisermos verdadeiramente andar com DEUS, temos de confiar somente nEle e não no dinheiro e bens materiais.

A maneira de DEUS.

As promessas de DEUS estão associadas com os princípios espirituais de causa e efeito. O que estamos percebendo nesse estudo é que DEUS quer abençoar o seu povo, mas no mundo espiritual existe uma guerra constante sendo travada, em que, na primeira das legalidades, o diabo consegue retardar ou até impedir que as bênçãos de DEUS e Suas promessas cheguem ao povo.

Se estudarmos qualquer outra religião, veremos que, nessas doutrinas, o relacionamento entre DEUS e o homem funciona na base do mérito, porém, no evangelho do SENHOR JESUS CRISTO, DEUS nunca agiu, não age e nunca agirá com base nisso. Tudo que DEUS faz conosco é motivado por Sua graça, amor e misericórdia e isso é o que basta para Ele reescrever a história de cada homem e mulher, mudando o rumo das vidas: de morte eterna para vida eterna, de jugo pesado para fardo leve e suave, de acusação para justificação e inocência através do sacrifício de JESUS, de conformismo com a derrota para a mudança de atitude e vitória. DEUS dá-nos apenas uma vida, e isso já é razão suficiente para buscarmos mudanças imediatas.

“O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões.” (Provérbios 10:12)

DEUS usou o apóstolo Paulo para alertar a igreja a respeito da existência da lei da semeadura, que diz que o homem colherá aquilo que plantar. DEUS, além de misericordioso e gracioso, é também justo juiz, por isso, quando semeamos o mal, colhemos o mal; quando semeamos o bem, colhemos o bem. Ao colhermos o mal, podemos entender esse acontecimento como sendo a manifestação da justiça de DEUS e quando colhemos o bem, como sendo a manifestação da graça dEle.

“Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia para a sua própria carne, da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito, do Espírito colherá vida eterna.” (Gálatas 6:7 e 8)

Junto com a mensagem de que DEUS é justo e está irado com o pecado do mundo, vem a mensagem de que há perdão imediato em JESUS para todo o pecador arrependido e disposto a mudar sua história.

As leis espirituais e as promessas de DEUS caminham juntas, mas também cremos num DEUS que é soberano sobre tudo e todos.

“É, porventura, a lei contrária às promessas de DEUS? De modo nenhum. Porque se fosse promulgada uma lei que pudesse dar vida, a justiça, na verdade, seria procedente da lei. Mas a escritura encerrou tudo sob o pecado, para que mediante a fé em JESUS CRISTO fosse a promessa concedida aos que crêem.” (Gálatas 3:21 e 22)

Quando DEUS decide derramar suas promessas sobre alguém, motivado por sua misericórdia e independentemente das circunstâncias, nada pode detê-lO. Quando isso acontece não significa que os princípios e leis espirituais deixaram de existir, mas sim que a misericórdia, a graça e o amor de DEUS prevaleceram sobre Sua justiça e juízo.

“A misericórdia triunfa sobre o juízo.” (Tiago 2:13)

Não podemos zombar de DEUS, desprezando a sua justiça e os seus juízos. Se a nossa fé realmente estiver depositada em CRISTO JESUS, iremos obedecê-lo a qualquer custo, faremos o possível e o impossível para não ferir ou transgredir os princípios espirituais criados por DEUS. Ele quer nos abençoar e o nosso papel é cooperar com Ele nesse trabalho.

As leis espirituais e as promessas de DEUS caminham juntas. Contudo, muita confusão ocorre em nosso meio por não entendermos a lógica do reino espiritual: DEUS tem prazer e quer nos abençoar, portanto, precisamos fazer nossa parte, considerando as leis de causa e efeito. Ao compreendermos tudo isso, estaremos dando um passo avançado em direção ao cumprimento das promessas e do plano de DEUS para nós.

As promessas podem ser divididas da seguinte maneira:

1 – Promessas incondicionais

Nesse caso, DEUS cumprirá Suas promessas independente do que somos, de nossas atitudes ou ações. O amor de DEUS é incondicional.

“Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se DEUS é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de DEUS? É DEUS quem os justifica. Quem os condenará? É CRISTO JESUS quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de DEUS e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de CRISTO? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de DEUS, que está em CRISTO JESUS, nosso SENHOR.” (Romanos 8:31-39)

O amor e a graça de DEUS são promessas incondicionais e devem fazer parte do nosso dia a dia, pois Ele as dá a nós, não importando quem somos ou o que fazemos. O sacrifício de JESUS na cruz também é uma promessa incondicional, pois não importa se a pessoa O reconhece ou não; Ele já o fez por amor. As pessoas que tornam o amor e a graça de DEUS promessas condicionais, fatalmente acabam sofrendo.

2 – Promessas condicionais

As promessas condicionais dependem da nossa postura como crentes em JESUS, pois, nesse caso, colhemos o que plantamos. As promessas condicionais podem ser dividas em duas condições: “se e somente se” ou “então”.

Quando DEUS enviava o maná ao povo de Israel, no deserto, Ele estava demonstrando as suas MISERICÓRDIAS. O leite e o mel prometidos ao povo representavam as BÊNÇÃOS de DEUS. Há uma diferença entre viver as misericórdias e as bênçãos de DEUS.

O povo no deserto conseguiu viver apenas as misericórdias de DEUS, e não as bênçãos. Nós temos de viver, além da misericórdia dEle, também Suas bênçãos, ou seja, precisamos viver 100% do que DEUS tem para nós.

O segredo está em se agradar do SENHOR. Saul preocupava-se em agradar o povo, enquanto Davi em agradar a DEUS. Por isso, Davi era chamado de “o homem segundo o coração de DEUS”, e as bênçãos perseguiam a Davi.

DEUS quer nos abençoar.

Essas são apenas algumas das promessas que DEUS tem para a nossa vida. Devemos meditar em cada uma delas e aproveitá-las ao máximo. A vontade de DEUS para nós é maravilhosa e, por isso, devemos viver de maneira a darmos condições ao SENHOR para nos abençoar.

Todas as promessas foram dadas por e através de JESUS, para que toda a nossa atenção esteja nEle e não em nós mesmos, uma vez que Ele mesmo conquistou todas elas na cruz para nós.

A partir desse estudo, DEUS nos fará enxergar melhor o Reino Espiritual e suas promessas. Precisamos conhecer as promessas e as leis espirituais para não inventar, aumentar ou diminuir os seus princípios. É óbvio que o SENHOR deseja abençoar as pessoas, no entanto, quando desejamos as bênçãos e os dons mais do que desejamos o próprio DEUS, corremos sérios riscos de sermos vítimas do egocentrismo e do orgulho, mas na sua misericórdia e desejo de nos preservar, Ele freqüentemente faz cessar as bênçãos. Toda a história do antigo testamento é um círculo vicioso em que vemos: Libertação ®  salvação ® bênçãos e promessas ® auto-satisfação ® idolatria ® pecado ® escravidão ® opressão ® arrependimento ® humildade ® busca ao SENHOR ® libertação ® salvação ® bênçãos e promessas ® etc. ® então, esse círculo repetitivo começava novamente. Infelizmente isso ainda acontece nos dias de hoje e é justamente nesse erro que não podemos cair.

DEUS tem promessas de bênçãos espirituais e materiais para nós, e um grande segredo para que as conquistemos é a nossa obediência a Ele. A fé exclusivamente em JESUS nos traz a salvação, que é sem dúvida a maior de todas as bênçãos, enquanto que a obediência a DEUS nos traz as demais bênçãos do Reino dos céus: plenitude do ESPÍRITO SANTO, dons espirituais, revelações de DEUS, prosperidade, intimidade, autoridade espiritual, unção, etc.

A palavra benção significa “alegria no SENHOR”, e nós somente nos alegramos nEle quando andamos em Seus passos. Obedecer é um dos maiores privilégios que podemos ter. Não precisamos ter um dom sobrenatural ou então uma inteligência acima da média para obedecer. DEUS revela-se àquele que é obediente; Ele é rico em abençoar, com bênçãos sem medidas. A cada dia com DEUS, você vai encontrar e receber novas promessas.

Mais promessas.

Abaixo, veremos algumas, dentre milhares, promessas de DEUS, descritas na bíblia e que estão à nossa disposição. Temos de observar em cada uma delas a(s) causa(s) e o(s) efeito(s).

1 – Gênesis 22:16-17 – e disse: Jurei, por mim mesmo, diz o SENHOR, porquanto fizeste isso, e não me negaste seu único filho, que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos.

 2 – Êxodo 23:25 e 26 – Servireis ao SENHOR vosso DEUS, e Ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e tirará do vosso meio as enfermidades. Na tua terra não haverá mulher que aborte, nem estéril; o número dos teus dias completarei.

 3 – Deuteronômio 4:4 – Porém vós, que permanecestes fiéis ao SENHOR vosso DEUS, todos hoje estais vivos.

 4 – Deuteronômio 5:16 – Honra ao teu pai e a tua mãe, como o SENHOR teu DEUS te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que o SENHOR teu DEUS te dá.

 5 – Josué 1:8 – Não cesses de falar deste livro da lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido.

6 – 1 Samuel 12:14 – Se temerdes ao SENHOR, e o servirdes e lhe atenderdes à voz, e não lhe fordes rebeldes ao mandado, e seguirdes ao SENHOR vosso DEUS, assim vós como o vosso rei que governa sobre vós, bem será.

 7 – 2 Samuel 22:7 – Na minha angústia invoquei o SENHOR, clamei a meu DEUS; Ele do seu templo ouviu minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos.

 8 – 1 Reis 11:38 – Se ouvires tudo o que eu te ordenar, e andares nos meus caminhos, e fizeres o que é reto perante mim, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu serei contigo, e te edificarei uma casa estável, como edifiquei a Davi, e te darei Israel.

 9 – 2 Reis 17:39 – Mas ao SENHOR vosso DEUS temereis, e Ele vos livrarás das mãos de todos os vossos inimigos.

 10 – 1 Crônicas 28:20 – Disse Davi a Salomão, seu filho: Sê forte e corajoso, e faze a obra; não temas, nem te desanimes, porque o SENHOR DEUS, meu DEUS, há de ser contigo; não te deixará nem te desamparará, até que acabes todas as obras para o serviço da casa do SENHOR

 Fonte: Igreja Bola de Neve

Culto Mergulhando na Palavra da Igreja Batista Missionária ministrado pelo pregador Jefferson Assis

 

Compartilhe essa mensagem edificante... Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Seja o primeiro a comentar on "Mergulhando nas Promessas de DEUS"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.




Blue Captcha Image
Atualizar

*