Mergulhando no Plano da Salvação – Parte 1

Dia 18/08/2015 às 20:00 h começa o Culto Mergulhando na Palavra na Igreja Batista Missionária (Rua: Dona Anita, 96. B. Universitário. Belo Horizonte. Você está convidado a participar.

A Palavra escrita

DEUS, além de enviar à Terra o ESPÍRITO SANTO, também chamado de O Consolador João 14:26), deixou a Sua palavra escrita para orientar todos aqueles que desejam andar com JESUS. A bíblia sagrada é um conjunto de 66 livros, escritos ao longo de milhares de anos por, pelo menos, 40 pessoas de classes socioeconômicas, formações e épocas diferentes umas das outras, sendo que, muitas vezes, um escritor nem tinha conhecimento do que os outros haviam escrito.

Mesmo assim, quando lemos a Bíblia, do seu primeiro ao último livro, notamos uma harmonia sobrenatural entre eles, que não pode ser atribuída, de maneira alguma, a homens, mas sim a DEUS, que usou tais homens para revelar Seu plano divino para toda a humanidade.

“Porque nunca, jamais, qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens santos falaram da parte de DEUS movidos pelo ESPÍRITO SANTO”. (2 Pedro 1:21)

Dessa forma, a bíblia nos dá uma visão única referente ao plano de salvação que DEUS traçou para os homens. Do início ao fim desse plano, vemos a revelação e o amor de DEUS; uma história na qual Ele insistentemente oferece o resgate da humanidade através de Seu Filho JESUS CRISTO, livrando os homens da morte espiritual e da morte eterna.

Para nós, cristãos, muitos fatos ocorridos no mundo influenciaram governos e povos e determinaram o curso da História dentro das vontades soberana e permissível de DEUS, mas sem dúvida alguma, há seis acontecimentos que se destacam dentre todos os demais, devido ao seu impacto e influência, não só na vida cristã, mas também na vida secular. Cada um desses eventos marcou ou ainda vai marcar a transição de uma Era na história mundial.

Estamos falando da criação e início do mundo; do dilúvio nos tempos de Noé, em que DEUS ofereceu um recomeço à humanidade; da primeira vinda de JESUS CRISTO na terra, momento em que o único caminho para o homem se achegar a DEUS foi aberto. O quarto acontecimento está iniciando-se, e trata-se do avivamento prometido por DEUS e causado pelo ESPÍRITO SANTO em nosso meio, em que a nossa geração está preparando o caminho para a volta de JESUS. O quinto acontecimento será o arrebatamento da Igreja e todos aqueles que estiverem vivendo de forma santa e consagrada com DEUS se encontrarão com o SENHOR nos ares. E, por fim, o sexto acontecimento será o retorno de JESUS à Terra para estabelecer o Seu reinado de paz e justiça. É verdade que muitos outros fatos importantes aconteceram também, mas sem dúvida, nenhum deles se iguala ou se igualará a esses seis em influência e impacto na história da humanidade.

 A Criação.

Acreditamos em um DEUS que criou o universo: galáxias, astros, estrelas, planetas, terras, céus, mares, anjos, e acima de tudo, o ser humano. Ele criou tudo através de Sua palavra. Ao criar, DEUS falou, determinou, ordenou, tornou visível, trouxe à existência aquilo que ainda não existia.

“No princípio, criou DEUS os céus e a terra. A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas. Disse Deus: Haja luz; e houve luz.” (Gênesis 1:1-3).

“Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o SENHOR DEUS fez a terra e os céus. (…) E formou o SENHOR DEUS o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”. (Gênesis 2:4-7)

Alguns atributos de DEUS.

Dentro de todos os atributos relacionados à DEUS, citaremos pelo menos três: a onisciência, a onipotência e a onipresença. A onisciência diz respeito à característica de conhecer, saber e ter o real entendimento de absolutamente tudo e todos. A onipotência diz respeito a ser o maior em força e poder do que qualquer outro ser ou qualquer outra situação. A onipresença diz respeito à característica de estar em todos os lugares possíveis em todo tempo existente. Só o SENHOR é DEUS (Deuteronômio 4:39), e por isso, seguramente, somente Ele detém essas três características.

A onipotência: cremos no DEUS que é Onipotente – Ele é o “Todo Poderoso”.

“Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso”. (Apocalipse 19:6)

“Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder (…)” (Hebreus 1:3).

“Vede, agora, que Eu Sou, Eu somente, e mais nenhum deus além de mim; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e não há quem possa livrar alguém da minha mão.” (Deuteronômio 32:39).

A onipresença: cremos no DEUS que é Onipresente – Ele está em todos os lugares ao mesmo tempo (e não em todas as coisas – panteísmo).

“Para onde me ausentarei do teu ESPÍRITO? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.” (Salmo 139:7-10).

– “Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons”. (Provérbios 15:3)

A onisciência: cremos no DEUS que é Onisciente – Ele é conhecedor de

absolutamente todas as coisas.

“(…) E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai. E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados.” (Mateus 10:29 e 30).

“E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas.” (Hebreus 4:13).

De Lúcifer a Satanás.

De acordo com texto de Ezequiel no capítulo 28, a bíblia conta-nos sobre o início e a queda de satanás, o inimigo de nossa alma:

“Veio mais a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro e dize-lhe: Assim diz o SENHOR JEOVÁ: Tu és o aferidor da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estavas no Éden, jardim de DEUS; toda pedra preciosa era a tua cobertura: a sardônia, o topázio, o diamante, a turquesa, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo, a esmeralda e o ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti; no dia em que foste criado, foram preparados. Tu eras querubim ungido para proteger, e te estabeleci; no monte santo de DEUS estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. Na multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de DEUS e te farei perecer, ó querubim protetor, entre pedras afogueadas. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti. Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te veem. Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste e nunca mais serás para sempre”. (Ezequiel 28:11-19)

DEUS criou os anjos para que O adorassem em todo tempo e um deles era lúcifer, cujo nome significa anjo de luz. Até então, essa criatura era boa; DEUS o fez para ser um anjo adorador, mas ele quis ser igual ao Criador e receber a adoração. DEUS, contudo, não divide Sua glória com ninguém conforme descrito em Isaías 48:11 (“e a minha glória não a darei a outrem”) e, por isso, ele foi expulso da presença Santa. DEUS o precipitou para essa terra juntamente com um terço dos anjos, que haviam aderido à rebelião de lúcifer, os quais passaram a ser chamados de demônios.

“A sua cauda arrasta a terça parte das estrelas do céu, as quais lançou para a terra”. (Apocalipse 12:4)

“E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra e, com ele, os seus anjos”. (Apocalipse 12:9)

Após sua queda, lúcifer (anjo de luz) passou a chamar-se satã ou satanás ou diabo, que significa adversário e acusador. Satanás, então, iniciou uma luta indireta contra DEUS, visto que em qualquer luta direta, ele sabe que sempre seria (e será) derrotado, num abrir e fechar de olhos, na mesma velocidade e intensidade de um raio.

“Eu via a satanás caindo do céu como um relâmpago”. (Lucas 10:18)

Essa luta indireta consiste em atacar o homem para afastá-lo de DEUS, afastar a criatura do Criador, roubar a adoração e devoção que devem ser sempre dedicadas ao SENHOR. Satanás não pode tocar a DEUS, então ele tem como objetivo tocar a obra de DEUS, e nós somos essa obra. Em várias fases da história mundial ele tentou e ainda tenta destruir a humanidade para, assim, roubar a adoração de DEUS.

O Homem: a melhor criação de DEUS.

O primeiro homem, Adão, foi criado à imagem e semelhança de DEUS. Alguém dotado de autoridade, que raciocina com capacidade de exercer domínio e influência sobre a terra e demais criaturas, além de ter o poder de escolha em suas mãos.

“Também disse DEUS: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra”. (Gênesis 1:26)

Fomos criados à imagem do Criador. Ser criado à imagem não é ser igual. A imagem é um reflexo de algo. Por exemplo, nossa sombra é apenas a imagem refletida de nós mesmos, que apresenta imagens como braços, pernas, tronco, mas não reflete efetivamente a imagem original.

A tri unidade do homem.

O homem é um espírito cedido por DEUS, que habita em um corpo físico, comunica-se e percebe o mundo exterior, natural ou espiritual, através de uma alma, sendo que a alma e o corpo formam a carne do homem. Você é um espírito que possui uma alma e habita num corpo.

DEUS criou o homem como um ser triuno, ou seja, formado por corpo, alma e espírito:

Alma – é o conjunto de características da pessoa, formado pelo caráter, pelas emoções, sentimentos, intelecto, experiências passadas, estilo de vida, personalidade, características, etc. É através da alma que o homem percebe a existência do mundo racional, emocional e psicológico.

Corpo – é a parte física do homem (não confundir com a carne no sentido espiritual). É com a alma que o homem percebe a existência do mundo material.

Espírito – é o fôlego de vida dado por DEUS; é o contato entre o homem e DEUS. É através do espírito que DEUS fala com o homem. É através do espírito que o homem percebe a existência do mundo espiritual e da presença de DEUS.

portanto, o primeiro homem, Adão, era um ser completo em semelhança a DEUS, já que DEUS também é triuno, revelando-se como Pai, Filho e ESPÍRITO SANTO (Trindade). No versículo abaixo é nítida a menção às três pessoas da Trindade.

“Batizado JESUS, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o ESPÍRITO de DEUS descendo como pomba, vindo sobre Ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo”. (Mateus 3:16 e 17)

Fonte: Igreja Bola de Neve

 

cropped-Logo.png

 

Seja o primeiro a comentar on "Mergulhando no Plano da Salvação – Parte 1"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.




Blue Captcha Image
Atualizar

*